arquivo

Arquivo mensal: abril 2013

bloco branco laico
tinta pena letra
caso dado lance
luz apaga negra
cale lenda calendário
perna pés cadeira
raio raro arranha
corre ente certeza
eu neles desses
nossos ossos ar
pó arco astro
pingo chuva mar
forca laço isca
nota tecla canta
honra nome família
alvo flecha lança
futuro antigo perfeito
barco vela âncora
conjuga nosso tempo
que enxerga e nos alcança

Anúncios

Quantos colares nós vestimos? Ao redor do pescoço como um coração. Na ponta dos dedos, ao alcance dos olhos. Este colar que te vestiu. Um espaço vazio que nos fez badalar. Como o silêncio que mendiga sussurros. Como uma chama viva dessas sombras. E como dança nos ladrilhos de cada passo. Na ponta dos laços. Em cada arco. Nos braços as pérolas e o mesmo sal. Quantos colares afogam sereias? Ao leme de um navio. Âncora dos sete mares. Rocha no oceano. O senhor das estrelas não soube acreditar. Um infinito espaço entre o peito e a alça. Que não se conta. Que não se amarra. Quantos anos badalam nossas mãos? Elas nada tocam enquanto arranham. Boca que cala as palavras que não são mais do que sílabas agrupadas. Cantar. Cantar. Cantar. Na ponta dos dedos as escolhas de cada novo outro mesmo eu. Eu. Primeira pessoa do singular.

Corra não
Corra linda
Teu coração
Na minha língua
No meu alpendre
Corre a vida
Corra não
Minha menina
Nessa quentura
Nem o sol
Fica
E na capela
Sino, sino, sino
Na missa em pé
Marminino
Goma e pó
Perfume antigo
Da casa de vovó
Corra não
Corra linda
Te quero perto
Na minha vida
Corra não…

Deixe transpirar
Deixe enlouquecer
Deixe sujar
Deixe sentir
Deixe cantar
Deixe tentar
Deixe ser
Tente deixar
Cada canção que te fez perder a voz te deu motivos pra viver
Te deu motivos pra dançar…

Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso canta
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa
no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar
Preciso voltar pra casa no final de cada dia pra ver o teu sorriso cantar