arquivo

Arquivo mensal: setembro 2017

giphy

Eu me dobrei sobre mim e me coloquei em cima da cama. No frio que me partia. Pela casa que andava. Vazia. Meu corpo nu e inteiro. Daquele sentimento. Daquela alegria. Que me levava ao horizonte. Que me matava. Que me pa-r–t-i–a. É sempre o suave desespero. Uma incerteza absoluta. Ou o fim de todas as coisas. Ali… onde as estrelas são estranhas.

Eu me dobrei sobre ti e te coloquei em cima da cama. 
À tua bruxaria.

Anúncios

giphy (2)

essa boca
que fala
prova e cala
essa tua
palavra
escrita
calada
pensada
engolida
debaixo do céu
da boca
da língua
a minha
a tua
a outra
a saliva
o que diz pra ti
engole e mata
no fim do sim
tudo que era
não sei que fim
o que tu espera
e o plural
e o pronome
e o pretérito
que eu falava
para um sonho
em um futuro
dentro da tua boca
por mais um segundo

quando fecho os olhos
quando acordo me deito
quando acredito
em algum futuro
mais-que-perfeito

essa boca
que fala
prova e cala

eu sonhei colocar a minha mão na tua boca
e tu me engolia. salivava, lambia os dedos
fumava e dormia…